Seu blog de Relações Públicas e Propaganda

quarta-feira, 11 de maio de 2011

O Publicitário


Chega mais uma vez no blog RP e PP, a coluna que ninguém nunca leu, porque não entendeu!
O Publicitário não tem oferecimentos, pelo menos até agora!


Bem pessoal, o assunto de hoje é briefing. Ué! Briefing? Sim, aquele resuminho que todo publicitário precisa para executar seu trabalho. Nele, estão contidas, as necessidades reais do cliente, os perfis de público que a comunicação deve atingir, bem como as subjetividades que esse cliente tem, ou seja, suas vontades.


Muitas vezes, quando o job. Sim! O trabalho. Sabe como é publicitário né... 
como eu ia dizendo, muitas vezes quando o job é feito sem essa ferramenta, o que sai nem sempre, ou quase nunca é aquilo que o cliente sonhou, ou melhor, nunca é o que o cliente precisa. Então se um dia você encontrar um publicitário ou agência que trabalha sem briefing, por favor, fique longe!


Nós aqui do RP e PP gostaríamos de dar uma visão diferenciada sobre o briefing. 




Essa ferramenta não só ajuda a agência a trabalhar, mas também dá margem para que o gestor do negócio pense se é isso mesmo que ele precisa, explicando melhor, às vezes você não precisa de um VT na hora do Jornal Nacional, talvez basta fazer um trabalho melhor com parceiros, marcar presença nas redes sociais, aumentar o relacionamento com a vizinhança, são muitas possibilidades.
Pensando assim, o briefing, é, além de ferramenta indispensável para se obter um trabalho 100% satisfatório, economiza tempo e também dinheiro fazendo o tal resuminho.


Obs: O briefing não tem um tamanho padronizado, então, o trabalho pode ficar muito bom com um briefing de 2 páginas ou muito ruim com um de 80. Este deve ter o tamanho da necessidade do cliente. Obrigado!
Ass: O Publicitário




Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 Análises:

Postar um comentário

Copyright © RP e PP | Traduzido Por: RP e PP

Design by Maurity Cazarotti | Blogger Theme by RP e PP

}); //]]>