Seu blog de Relações Públicas e Propaganda

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Afinal, qual o "job to be done" das Relações Públicas?

Convivendo o dia todo rodeado de empreendedores, começo a trazer muitas ferramentas de inovação e empreendedorismo para o campo das Relações Públicas. E vendo as movimentações da RP Week, o maior evento de Relações Públicas do Brasil, uma coisa me veio à cabeça: O Job To Be Done das Relações Públicas! Esse post é um 2 em 1. Minha intenção é compartilhar ferramentas que utilizo no meu dia a dia e que venho fazendo "tradução" para a linguagem de RP. Então, vamos abordar Job To Be Done e RP Week (Tema 2017: Habilidades que Transformam). Você vai entender o motivo!

Job To Be Done!

Job To Be Done é mais que uma ferramenta de inovação. É um movimento de busca de informações que dão base para o empreendedor encontrar a inovação da vez, ou seja, a ferramenta ajuda o empreendedor a encontrar soluções para públicos que precisam resolver problemas ou completar tarefas do dia a dia (te lembra alguma coisa, RP?). Algumas perguntas-chave são importantes para encontrar "qual é o job", como: O que o produto ou serviço realmente resolve? Pra quem eu vou fazer isso? Quem tem esse problema? Quais soluções o cliente já utiliza para resolver o que precisa? Então, descobrir o que essas perguntas podem trazer de respostas, ao meu ver é Relações Públicas e isso é Job To Be Done!!

O Relações Públicas

O RP é o cara que vai ligar pontos entre toda comunicação que existe nas organizações, seja ela administrativa, mercadológica, interna ou institucional, ou ainda, seja ela feita ou distribuída por jornalistas ou por publicitários. Relações Públicas é o grande embalador de causas e o grande catalisador  de engajamento e relacionamento, mas, ele precisa saber algumas coisas para atingir esse objetivo, certo? Sim ou claro?

RP Week

Fazendo um paralelo entre a JTBD e a RP Week, que tem a temática: "Habilidades que Transformam", temos uma ligação real com a forma de resolver problemas e entregar experiências positivas. Um RP só vai conseguir transpor barreiras se as habilidades transformadoras estiverem em dia, afinal de contas, Relações Públicas não é um meio de se fazer comunicação, RP é o que provocamos nas pessoas, então, RP é fim! Planejamento de comunicação é meio e o RP precisa ser craque nisso, além de precisar ser craque em execução ;) .

Imagem: RP Week Divulgação

Ontem, na live que rolou sobre a RP Week, na Fanpage Todo Mudo RP, em uma parte do bate papo foi levantada uma questão corriqueira que é sobre o que o profissional de RP deveria focar. Hugo Godinho, Diretor Executivo da In Press e Pedro Prochno, um dos fundadores da Todo Mundo Precisa de Um RP, frisaram que é muito importante ter essa polivalência e treinar habilidades, trabalhando com diferentes assuntos, clientes diferentes, aumentando repertório e sendo multitarefas. Ficou também a velha discussão sobre o papel do jornalista, do RP e do PP e como eles podem encontrar sinergia e, por fim, qual a diferença entre as três disciplinas, já que tudo é comunicação, mas, as áreas e os conhecimentos/focos são diferentes.

Redescobrir!

Hoje, participando de uma reunião da APP Uberlândia (Associação dos Profissionais de Propaganda) mais dessas questões ficaram no ar, como: o papel do formador de opinião, sua diferença ou sua semelhança com o trabalho do jornalista e toda a dicotomia que rola no mundo da comunicação, que só cresce quando a gente olha para as tendências de tecnologia (ligadas ou não à comunicação). E, mais uma vez, vejo que o grande Job do Relações Públicas (ou de qualquer comunicador) é desaprender um pouco os dogmas e vícios aprendidos na faculdade ou no mercado e partir para a redescoberta do mundo novo, mas, sem esquecer a essência de tudo: Fazer com que pessoas se engajem em torno das causas e das marcas que defendemos.

Espero que você tenha gostado do conteúdo e que a discussão tenha te provocado de alguma forma. Deixe um comentário pra gente discutir e tentar encontrar alguma resposta no meio desse turbilhão de coisas! #Abraço.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 Análises:

Postar um comentário

Copyright © RP e PP | Traduzido Por: RP e PP

Design by Maurity Cazarotti | Blogger Theme by RP e PP

}); //]]>