Seu blog de Relações Públicas e Propaganda

Mostrando postagens com marcador duvidas sobre relaçoes publicas e publicidade e propaganda. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador duvidas sobre relaçoes publicas e publicidade e propaganda. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

A arte de motivar na comunicação interna


Um dos milhares de desafios que existem para um gestor de comunicação interna é despertar motivação e vontade, fazendo com que o ambiente dentro da organização estimule a todos - desde a tia do cafezinho até o vice presidente - a dar seu máximo, trabalhar 101%, manter o foco das 8h as 18h e sem cansar, comemorar o crescimento da empresa como se a alegria fosse comparada a um gol do Vasco no Mundial de Clubes.

Obviamente, é improvável que eles vibrem mais com a meta mensal de crescimento atingida do que eu vibrei com o golaço do Juninho Pernambucano, na final em 1998 contra o Real Madrid, mas enfim... É mais uma missão do maestro da comunicação aproximar ao máximo a esse sentimento. 

Pra ajudar nessa tarefa, é necessária a definição de ações básicas, que possibilitem que o local de trabalho possa ser onde os funcionários desenvolvam e aprimorem seus melhores talentos, sem deixar que a produtividade caia em razão da hierarquia organizacional ou uma burocracia predominante, por exemplo.

A falta de confiança e em seguida, as condições salariais e comunicação falha ou inexistente na relação patrão-empregado são os grandes geradores da falta de motivação no ambiente profissional. Portanto, diagnosticar e identificar se esses problemas existem é fundamental e corrigir com ações transparentes, priorizando o mérito e dando espaço ao empregado apostar no desenvolvimento pessoal.

O segredo, afinal, é tratar os empregados não como uma parte da linha de produção, mas como pessoas, pois são as pessoas que se sentem desmotivadas, com suas particularidades e diferenças, e ouvi-las, porque a solução só aparece quando se conhece o verdadeiro problema.

Time motivado levanta a torcida

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Posicionamento e a subjetividade do que é qualidade.


Posicionar-se nunca foi tão difícil como nos dias de hoje. Prometer nunca foi tão complexo, ou melhor, cumprir nunca foi tão complexo. 
Quando prometem qualidade então, o que você pensa?
Se uma loja de sapatos te prometer qualidade, você pensa em atendimento, preço, qualidade dos produtos vendidos, ou o que? Difícil não é?


Simples! Qualidade é um termo genérico e muito subjetivo, pois, enquanto eu penso no preço como algo que qualifica a compra, você e o outro leitor que está junto com você (você chamou mais gente pra ler o RP e PP né?) pensa completamente diferente, então qual o motivo de prometer qualidade?


Em uma época onde a padronização imperava e os produtos eram literalmente empurrados goela abaixo, o que existia era um pedido desesperador por mais qualidade, explicando melhor, as pessoas gostariam que seus carros não quebrassem tanto, que suas cartas chegassem mais rápido, que sua comida estivesse apta para o consumo... percebeu? Tudo isso pode ser modelo de posicionamento. "Minha empresa entrega mais rápido". "A minha faz o carro mais seguro do mundo".  Lembrou de alguma organização lendo essas frases? 
Algumas empresas se posicionam de maneira diferente, onde o apelo principal é a emoção, o mexer com o ego do cliente, os  chamados arquétipos. "Abra a felicidade". "Venha para o mundo de Marlboro", onde o cowboy simbolizava a liberdade, estes também são inconfundíveis.


O posicionamento serve para que você enquanto empresa, não confunda as pessoas, e você, enquanto consumidor, não troque o famoso gato pela lebre. 


O blog que fala de Relações Públicas, Publicidade e Propaganda.

domingo, 26 de setembro de 2010

Videozinho da semana

Olá leitores fiéis do RP e PP

E o videozinho da semana está com a corda toda, como diria a minha avó!!!

Estamos nesta semana com a campanha da Sprite "As coisas como são".

Foi uma propaganda veículada no Brasil, porém foi vetada pelo CONAR, órgão responsável pela regulamentação dos anúncios no país.



Agência Coca-Cola e MacCan Erickson
Narração - João Gordo

Segundo o site do Conar (Conselho Nacional de Autoregulamentação Publicitária) a defesa alegou que a propaganda era alegre e somente retratava as situações vividas pelos adolescentes e suas relações sentimentais. Porém a peça abusava de conteúdo erótico, segundo o conselho de autoregulamentação e decidiram por bem a sustação do comercial tirando-o de circulação.

As coisas como são!!!

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Relações Públicas

Olá pessoal!!!
Este blog tem por objetivo deixar todos os seus leitores por dentro do assunto Relações Públicas e esse vídeo ilustra com propriedade o que um profissional de RP faz e quais suas possibilidades quanto aos campos de atuação.


Espero que curtam mais esse post e nos próximos prometemos desmembrar essa profissão quanto aos canais que utiliza, traçando assim os perfis de cada ferramenta e o tipo de profissional que as manuseiam no dia a dia.


Vídeo sugerido por Adriana Sousa


Entendendo melhor sobre quem cresce cada dia mais

terça-feira, 15 de junho de 2010

RP - Uma profissão que parece não aparecer! Será?


Sabemos o que um médico faz, mesmo que resumidamente. Sabemos o que um advogado faz, mesmo sem termos cometido um crime. Sabemos o que um jornalista faz, mesmo sem termos concedido uma entrevista. 

E o Relações Públicas?Sabemos o que ele faz, mesmo que resumidamente?
Precisamos dele quando cometemos crimes?

Sabemos quem ele realmente é?
"Pior que isso é saber que alguns estudantes são aprovados no vestibular e iniciam o curso sem saber ao certo do que se trata a profissão.

Para agravar a situação, também não sabem explicar aos pais e amigos o conteúdo da carreira que pretendem seguir. Isso é grave, pois na maioria das vezes, os pais são os patrocinadores do curso superior. O popular “paitrocínio”.- Denise Monteiro - Profissional de Relações Públicas
Esse profissional fica escondido por desempenhar um trabalho de bastidores, mas o que significa isso? Bem, quando nos deparamos com empresas que se posicionam no ranking de empresas melhores para se trabalhar, ou quando estamos vivenciando alguma boa novidade de uma organização com um projeto para sustentabilidade e ações com a sociedade, estamos olhando também para o trabalho duro de um bom profissional de RP, que ainda não é conhecido pelo grande público, mas que "vira e mexe" tem boas ideias e consegue desempenhar trabalhos interessantes dentro das organizações.

Infelizmente algumas empresas ainda são resistentes no que diz respeito a planos de comunicação e entendem essas ações ainda como gastos e não como investimentos nas pessoas, que são o capital maior de qualquer empresa. Talves esse pode ser um dos motivos que levam ao grande público ao não conhecimento da profissão, ou mais, podendo ser por esse motivo que esse público conhece o Relações Públicas como o "festeiro"."E por que pouca gente sabe o que é?
Porque somos profissionais de bastidores. Não devemos focar nosso próprio destaque. O que deve aparecer é o resultado de nosso trabalho.
Quando se tem notícia de alguma boa novidade de uma empresa como um programa de sustentabilidade, de ações com a comunidade, entre várias, normalmente há um Relações Públicas atuando em alinhamento seus públicos. As ações são percebidas e valorizadas pela opinião pública, mas os profissionais que arquitetaram a boa reputação ficam ocultos, uma vez que o objetivo principal sempre é a imagem positiva da organização e não a própria." - Denise Monteiro - Profissional de Relações Públicas.




Estamos procurando exercer um trabalho comunicacional que seja integrado, tanto interno quando externamente. Somos o que dizem de "o fiel da balança", pois não estamos no mercado somente para salvar a reputação de uma empresa, ou muito menos para promover festas. Estamos no mercado para gerenciar um plano que seja efetivo em sua estratégia, defendendo assim os interesses dos mais diferenciados públicos, de uma forma que os mesmos entendam, trazendo os resultados que esperamos.

Aparecemos?
Talvez não do jeito que todos acham!
Aparecemos? Sim! Espelhados no nosso trabalho bem realizado!



 Siga @blogrpepp no twitter




terça-feira, 18 de maio de 2010

Mercado de luxo

Olá pessoal que está lendo mais esse post do RP e PP.


E hoje o assunto é Mercado de Luxo, onde daremos uma boa "pincelada" sobre o assunto.



Em linhas gerais o Brasil movimenta muito dinheiro com esse tipo de mercado e esquenta também o oferecimento de cursos de especialização, aumentando também o número de profissionais de marketing e comunicação - transformando isso no que eu chamo de "cadeia"

ou "ciclo de luxo", uma vez que esses profissionais trabalham em conjunto cíclico com o negócio.


O perfil do consumidor - Abertura das portas...


No Brasil o consumidor de luxo tem como característica principal, a utilização desses produtos e serviços para se inserir em algum grupo social e a prova desse aumento é o aparecimento de novas grifes estrangeiras, não só também pelo aumento nesse tipo de consumo, mas também pelo comportamento do país diante à crise mundial, uma vez que países considerados de primeiro mundo sofreram relativamente mais do que o Brasil.


Comunicação...


Utilizar as ações de RP para todos os produtosO profissional de Relações Públicas será de grande importância na comunicação desse tipo de negócio, uma vez que busca atingir os formadores de opinião, fazer com que a marca transite livremente no boca-a-boca, tornando a marca visível para o público-alvo, utilizando também de eventos, mas principalmente, em táticas de relacionamento com o cliente.


Utilização de propaganda para produtos acessíveis e intermediários.
Imagine uma pirâmide, onde são encontrados os produtos acessíveis na base, os intermediários lógicamente no meio e os inacessíveis no topo. Na medida que esta pirâmide é escalada, o esforço do RP é maior para construção de marca e geração de vendas, a propaganda neste caso funciona ao contrário neste caso, quanto mais descemos a pirâmide melhor a utilização desse tipo de comunicação.


A utilização da publicidade para produtos considerados de luxo são visíveis em estágio de lançamento desses bens ou serviços, o esforço maior realmente fica com a parte de Relações Públicas, até mesmo pelo motivo de resguardar o posicionamento da empresa que comunica.





RP e PP
é um luxo!!!





terça-feira, 4 de maio de 2010

Publicidade, Primeira Impressão!

Pois então caros colegas.

Falamos um pouco do que é ser um RP, mas agora falaremos o que é ser um publicitário.


Quando entrei na faculdade, na verdade eu não sabia de nada, e como eu disse em postagem anterior eram três cursos na mesma classe:
  1. Os Publicitários;
  2. Os RP's;
  3. Os Designers.

O cansaço batia cada vez mais e bate até hoje, pois a grade horária que encaramos é quase duas vezes maior do que a grade noturna, tanto que acabamos o curso um ano mais cedo.

E como eu também já tinha dito eu não sabia direito o que eu ia aprender, na verdade eu tinha uma idéia muito prática do que seria. Pensava que ia ficar a manhã inteira produzindo peças de propaganda, achando que ia trabalhar todos os dias com rádio, revista, tv e etc.

Mas logo descobri que não ia ser assim, pois meu primeiro horário na segunda e na quarta feira eram de estatística. Tinha uma matéria que se chamava antropologia e que confesso que antes não sabia pra que servia. Existia também uma disciplina por nome de marketing, que eu pensava que seria somente por um semestre, mas minha grade me dizia que não, e que seriam por quatro períodos.

Demorei uns cinco meses para conhecer a ilha de edição de vídeos e para se ter uma idéia fiquei impressionado com a diferença do curso de publicidade para com os demais no que diz respeito a levar trabalhos a sério. Um professor no primeiro dia de aula disse que odiava os publicitários, pois eles nunca entregavam nada no prazo, disse brincando, porém toda brincadeira tem um fundo de verdade.

Vi também que o pessoal desse curso era comunicativo e capaz por ter bastante criatividade, especialmente no primeiro período, pelo menos na minha turma existia um sentimento acentuado de competição, graças ao que chamamos de trabalho interdisciplinar.

Me interessava bastante pelas aulas de língua portuguesa, projeto livre, marketing, criação, produção gráfica e antropologia que passei a conhecer.
Gostava de ver também como os publicitários eram rápidos, conseguindo fazer trabalho durante o intervalo de 10 minutos. Nem pastelaria consegue soltar aquele pastelzinho misto que eu tanto gosto.

Acho que o que mudou daquele primeiro período para esse terceiro (equivale ao 5° da noite), foi a perspectiva que o aluno desse curso tinha para com o resultado final. Muitos abandonaram, outros tem seguido linhas diferentes de pensamentos agora, alguns começam a fazer planos para quando saírem da graduação.

Em postagens seguintes irei abordar mais sobre a profissão em si, colocaremos trabalhos realizados, bem como todas as suas curiosidades.
Disponibilizarei cases e experiências próprias.
Essa serviu mais para melhorar o entendimento dos bastidores.
Publicidade é tudo de bom!
Assim como RP!

RP e PP - PP e RP

domingo, 2 de maio de 2010

Comunicação Interna X Endomarketing


Olá pessoal.
Aqui o nosso assunto de hoje é Comunicação Interna e Endomarketing.
Será que tem diferença? Posso adiantar uma coisa. É polêmico!
A Comunicação Interna ganha força mesmo, no início dos anos 90, ao meu ver que é quando existe a abertura para empresas de fora entrarem no Brasil (você pode opinar sobre isso). Tenho essa visão pois nessa época o jeito de tratar o funcionário realmente muda, existindo a necessidade de não só deixa-lo informado, mas também de fazer o que chamamos de engajar, ou seja, fazer com que este funcionário se torne colaborador de fato.
A Comunicação Interna é uma ferramenta que serve como um meio de interação entre o funcionário a e empresa, fazendo com que o mesmo entenda mais sobre o seu local de trabalho, por meio de veículos estratégicos, levando em conta também o seu público-alvo, bem como suas características (isto está cheirando a estratégia?!?!?).

O Endomarketing é uma nomenclatura que foi criada por Saul Bekin (foto) no final dos anos 80.
Seu foco principal é o Marketing dentro da empresa (ENDO-marketing).O Marketing que se conhece puro e simples - É uma ferramenta (alguns dizem que é até uma ciência) que procura saber qual é a necessidade e o desejo do público-alvo procurando atende-los.Voltando ao Endomarketing, a explicação é quase a mesma só que desta vez a "brincadeira" é para dentro das organizações, ou melhor, essa ferramenta visa o público interno das empresas só que desta vez comunica para atender as necessidades e desejos das próprias corporações, utilizando uma linguagem estratégica (mas isso não se parece com Comunicação Interna?!?!?).
Há quem diga que esses dois conceitos tem o mesmo objetivo. Há quem discorde. Há quem diga que o Endomarketing tem visão mais estratégica por se tratar de Marketing. Há quem diga que Comunicação Interna engloba tudo.
Alguns estudiosos dizem que Comunicação interna tem serventia no âmbito informativo, utilizando meios de comunicação formais.
E que Endomarketing adapta as premissas do Marketing para dentro da empresa procurando transformar o funcionário em consumidor.



Agora tire suas conclusões.
Comente e seja feliz!!!


Siga @blogrpepp



segunda-feira, 5 de abril de 2010

Alguns pontos importantes.

Um belo dia, estava eu, pensando o que seria Relações Públicas e o que esse carinha faz.
Cursando Publicidade e Propaganda, eu me via em uma sala recheada de gente diferente, mas com uma só resposta sobre a questão - NÃO SEI.
Foi aí que resolvi ir atrás de material para poder passas aos próprios Relações Públicas e acima de tudo tirar uma dúvida que era minha.
Em uma sala onde se tem gente de RP, PP e design, temos também a vivência de conteúdo quase toda de publicidade, pelo menos até o quarto período.
Achava aquilo tudo muito engraçado, ou melhor, ainda acho, pois os garotos e garotas que fazem RP, vivem como publicitários até o período supra citado e ficam meio que sem saber o que é um RP e o que ele faz. Por isso também escolhi fazer Relações Públicas, uma vez que essa área ganha credibilidade a cada dia, enquanto a Publicidade se esforça para ganha-la.
Os anúncios estão perdendo cada vez mais a confiança do cliente, e o pior, é que nem sempre esse cliente necessita de uma propaganda própriamente dita, para melhorar seus resultados.
A cultura da empresa, bem como suas declarações institucionais, o engajamento, as questões motivacionais, devem ser mostrados para os colaboradores, os stakeholders, que vão desde os clientes e acionistas, até os funcionários, ou seja, todos os que participam e colaboram de alguma maneira para a empresa. E o RP é responsável por isso, ou melhor, essa é uma das propostas desse profissional, que também trabalha como um mantenedor e defensor de marcas ou de organizações, trabalhando também no gerenciamento de crises nas empresas. Digo isso também, pois presenciamos muito o aparecimento do trabalho do RP em momentos de crise, quando a "coisa está pegando fogo". Enquanto o publicitário, é a parte tranquila da história, obtendo os ganhos com sua criatividade "superior", se é que podemos dizer que a criatividade em Relações Públicas é limitada, ou não podemos inovar nessa área.
Quem disse que não?
Em breve alguns exemplos de trabalhos.

E a pergunta fica.
É RP vs PP
ou
RP com PP?
Saiba aqui!

domingo, 4 de abril de 2010

RP e PP

Pois então...

Primeira postagem, primeiro contato com o leitor...
O que deveríamos abordar?

O que faz um profissional de Relações Públicas?
O que faz um Publicitário?
Será que o Relações Públicas, carinhosamente chamado de RP, é chamado para resolver apenas problemas de última hora?
Será que ele serve apenas para conversar com os clientes, ou quem sabe é a pessoa que dá entrevistas sobre o seu negócio?
E o Publicitário?
Será que é o cara que resolve todos os problemas da sua empresa?
Será que ele é chamado apenas quando eu preciso de por no ar o que a sua empresa vende em 30'?
O que é RP? O que é PP?
O que eles fazem?
É uma quadrilha?
São pessoas capazes de fazer milagres?
São pessoas com criatividade fora do normal, capazes de fazer seu negócio prosperar e vender como nunca?
O que eles fazem meu Deus?


Vocês vão saber...
nas próximas postagens desse blog que irá atrás de conteúdo sobre o assunto.
É Relações Públicas vs Publicidade e Propaganda?
Ou é Relações Públicas com Publicidade e Propaganda?
É briga ou união?
Saiba aqui!



RP e PP
Relações Públicas e Publicidade e Propaganda





Página inicial

Copyright © RP e PP | Traduzido Por: RP e PP

Design by Maurity Cazarotti | Blogger Theme by RP e PP

}); //]]>